VANGUARDA NOTÍCIAS

Marcelo relembra pênalti decisivo e ressalta classificação em grupo equilibrado

Por Sergio Santos | 09/12/2018 10:30

Trinta minutos do segundo tempo, e a bola da classificação celeste nas mãos do atacante Marcelo. Na cobrança, o camisa 11 deslocou o goleiro adversário e anotou o gol de empate, por 1 a 1, contra o Nacional-URU, que assegurou o Cruzeiro nas quartas de final da Copa RS Sub-20.Acostumado a bater pênaltis em momentos decisivos, como foi na partida de ida da decisão do Campeonato Brasileiro Sub-20, conquistada pela Raposa no ano passado, Marcelo destacou que o trabalho nos treinos lhe deu a tranquilidade suficiente para converter a cobrança.“Foi um momento bem difícil, em que tive a personalidade de pegar a bola, chamar a responsabilidade. O grupo todo confiou em mim, mas é tranquilidade. A gente treina a semana toda para isso, para estar bem preparado na hora que acontecer”, relembrou.“Depois do gol, foi um momento que a gente aliviou. Um jogo bem difícil, bem truncado, 1 a 0 para o adversário, num jogo que valia a nossa classificação. Muito importante o gol”, completou.Com dois gols em três jogos, Marcelo foi um dos responsáveis pela classificação celeste e destacou o bom desempenho do time num dos grupos mais equilibrados da primeira fase da competição.“Um grupo bem difícil. A gente esperava os três (Cruzeiro, Flamengo e São Paulo) ficarem com nove pontos, e o Flamengo tropeçou. Tivemos a sorte do resultado deles (vitória do Independiente contra o Flamengo), e conseguimos o empate que nos garantiu a vaga. Uma classificação para ser comemorada, porque era um grupo bem difícil”, ressaltou o artilheiro celeste na temporada, com 15 gols.

Grupo B
01/12 – Flamengo 1 x 0 Cruzeiro
03/12 – Cruzeiro 3 x 2 São Paulo – gols: Leonardo, Laércio e Vinícius Popó
05/12 – Independiente-ARG 0 x 3 Cruzeiro – gols: Marcelo, Leonardo e Marco Antônio
07/12 – Cruzeiro 1 x 1 Nacional-URU – gol: Marcelo