VANGUARDA NOTÍCIAS

Projeto que salvaria o 13º dos servidores de Minas fica para 2018

Por Sergio Santos | 20/12/2017 15:45

O governador Fernando Pimentel (PT) esperava a aprovação do projeto de lei da securitização das dívidas dos Estados na Câmara dos Deputados para obter recursos e pagar o 13º salários dos servidores públicos de Minas Gerais.

Este plano, no entanto, não será possível. Por falta de acordo, o texto não está na pauta do plenário desta quarta-feira (20) e, assim, só será votado em 2018. A Câmara entra de recesso de fim de ano nesta quinta.

Mesmo com o adiamento, o governo do Estado informou que manterá reunião com os sindicatos dos servidores e que apresentará uma nova proposta de pagamento do 13º.


Fonte: O Tempo