VANGUARDA NOTÍCIAS

Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation celebra acordo de 60 anos de Brasil

Por Sergio Santos | 11/08/2017 15:58

Foto: O presidente da NSSMC América Latina, Kazuhio Egawa e a diretora regional da AMIRT, Valéria Nascimento

Na última terça-feira (08), a Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation (NSSMC) realizou uma solenidade para comemorar os 60 anos do acordo LANARI-HORIKOSHI, no Centro Cultural Usiminas, em Ipatinga, no Vale do Aço. Este documento oficializou a parceria industrial entre o Brasil e o Japão na área de siderurgia e possibilitou a participação da empresa na USIMINAS.

A diretora regional da Associação Mineira de Rádio e Televisão (AMIRT) no Vale do Aço, Valéria Nascimento, acompanhou de perto esta celebração. “Foi um evento muito proveitoso onde eles contaram a história da instalação da USIMINAS na região, demonstrando a importância de Ipatinga e do estado de Minas Gerais, para o mundo. Na época, os mineiros articularam um grande movimento para viabilizar a construção desta usina e esse projeto só se concretizou graças ao Juscelino Kubitschek, que foi eleito presidente naquela época. Diversas autoridades do Brasil e de Minas estiveram presentes, inclusive funcionários que já se aposentaram, diretores e ex-presidentes da empresa. Após todas as autoridades falarem, um grupo teatral tipicamente japonês fez uma apresentação que foi muito interessante. Nós percebemos que é muito importante essa comemoração e essa continuidade do crescimento da USIMINAS”, disse.

O presidente da NSSMC América Latina, Kazuhio Egawa, ressaltou a importância desta integração entre os mineiros e os japoneses. “Estamos muito felizes em poder contribuir com a Usiminas durante esses 60 anos e queremos agradecer a toda mídia do estado de Minas Geras. A Nippon reafirma o seu compromisso de continuar com a Usiminas e com a cidade de Ipatinga e nesse sentido pedimos que a mídia mineira também dê este apoio a nossa empresa”, disse.

O chefe de escritório da Nippon, Osamu Nakagawa, nascido em Belo Horizonte, contou um pouco sobre a história da empresa e da relação entre brasileiros e japoneses. “Há 55 anos lá em Belo Horizonte, quando eu nasci, escutei muitas coisas sobre maneiras de trabalhos entre brasileiros e japoneses. Mas ainda era um sonho de brasileiros e japoneses se realizar uma empresa de alta qualidade, alta tecnologia, aqui no Brasil. Naquela época, há pouco mais de três anos depois da segunda guerra mundial, os japoneses foram muito cheios de energia para recuperar as indústrias no Japão e fora do Japão. Então esta energia e o sonho brasileiro criaram esta empresa, que se chama USIMINAS. E naquela época meu pai também trabalhava aqui e eu nasci aqui, e estou trabalhando também aqui no Brasil agora. É muita coincidência, mas agora também estamos trabalhando muito para melhorar esta empresa que se chama USIMINAS”, explicou.


Por: Patrícia Marques

Agência Amirt