SOBRE

Vanguarda AM 1170 - Primeiro lugar no ibope

A Vanguarda,  é considerada através de pesquisa feita pelo Ibope, a emissora de maior audiência no Vale do Aço e está entre as principais do estado de Minas Gerais. Operando na freqüência AM 1170, no seu site www.vanguardaam.com.br e nos aplicativos disponíveis para as plataformas IOS e Android, conta com uma programação voltada para esportes, sempre presente na cobertura de grandes eventos,  jornalismo, prestação de serviços e entretenimento.
O início das operações da emissora foi no dia 1º. de dezembro de 1981, quando houve o lançamento da programação e a comercialização. Entretanto foi reservada a data de 28 de abril do ano seguinte para sua inauguração, por coincidir com o aniversário de Ipatinga. Intenção que perdeu o seu sentido quando comprovaram que o aniversário da cidade é, oficialmente, 29 de abril. 
O nome Rádio Vanguarda: Dar o nome de Rádio Ipatinga à emissora seria o ideal, mas pareceu excludente para os demais municípios da região. Foi então submetido entre uma equipe o nome Vanguarda, aprovado por unanimidade. Inicialmente a emissora funcionava ao lado do prédio onde hoje está instalada, ou seja em uma casa na Rua Itajubá 80. 

O Caráter Experimental: Em real experiência a emissora funcionou de 25 de outubro a 30 de novembro de 1981. Em 1º. de dezembro passou a operar em definitivo. A principio, a maior dificuldade encontrada foi o material humano, já que não havia, logicamente profissionais na cidade. Apesar desta realidade foi montada uma boa equipe. Hoje o quadro de locutores, apresentadores e redatores é basicamente de Ipatinga e região.Foi aberto espaço para vocações que não tinham como se revelar. Quantos aos equipamentos, a indústria eletrônica atendia bem ao mercado. Quanto ao mercado publicitário, a resposta foi surpreendente. O faturamento dos primeiros meses superou as previsões. 

A reação: Surpreendentemente foi como dar água a quem tem sede. A cidade que já havia atingido 150.000 habitantes, estava sedenta de comunicação e de integração através da noticia. A programação, a principio era musical, só com o tempo foram introduzidos, o jornalismo e o esporte. Uma das vantagens do rádio é que ele chega onde outros meios de comunicação não chegam. Daí a importância de seu jornalismo. 

O que representa o rádio? O Rádio é o mais poderoso veiculo de comunicação. Fala a todas as classes sociais. Aos analfabetos e aos letrados. Ao porteiro do prédio e ao morador de sua cobertura. A Escritora Rachel de Queiroz, que é nordestina, diz que no sertão do nordeste pode até faltar comida na panela, mas nunca pilha para o rádio.
Quando o rádio se instalou no Brasil as dificuldades eram muitas. Os radialistas amadores.Os anunciantes custaram a entender a importância do rádio. Equipamento e peças vinham, dos Estados Unidos. O Rádio se firma cada vez mais, como o maior veiculo de comunicação de todos os tempos. Ele está em todos os lugares. 

NOSSAS REDES SOCIAIS

SEGURE E ARASTE PARA OBTER INFORMAÇÕES

PROGRAMAÇÃO


Clique para visualizar


LOCUTORES

MAIS LIDAS

Notícias mais lidas deste mês

Gerais

Esporte

  04 DE ABRIL 04 DE ABRIL  

Cabral reconhece motivação maior para estreia e destaca fator casa

Ariel Cabral ressalta motivação do Cruzeiro para estreia na Sul-Americana

  05 DE ABRIL 04 DE ABRIL  

Rafael Moura sai em defesa de Fred: 'Foi uma infelicidade'

Rafael Moura é o substituto imediato de Fred na equipe do Atlético

  10 DE ABRIL 05 DE ABRIL  

Titulares do Atlético iniciam preparação para duelo pela Libertadores

Equipe terá compromisso frente ao Sport Boys, no dia 13, no Independência

RECADOS

Últimos recados dos ouvintes

Envie mensagem para locutor

ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Odebrecht complica Temer

Odebrecht complica Temer

BRASÍLIA. A Odebrecht apresentou à Lava Jato extratos que seriam de pagamento de propina vinculada a uma reunião com o presidente Michel Temer em 2010. Os valores superam os US$ 40 milhões que teriam sido acertados em encontro com então candidato a vice-presidente em seu escritório político paulistano.

A propina é ligada, de acordo com a Odebrecht, a um contrato internacional da Petrobras, o PAC-SMS, que envolvia certificados de segurança, saúde e meio ambiente em nove países onde a estatal atua. O valor inicial era de US$ 825 milhões. De acordo com documentos referentes ao PAC-SMS, apresentados pela Odebrecht, os repasses foram feitos entre julho de 2010 e dezembro de 2011. Os extratos atingem US$ 54 milhões, mas a soma de planilhas anexadas chega a US$ 65 milhões.

Do total, uma pequena parte foi paga em espécie no Brasil, em hotéis em São Paulo, no casos de petistas citados, e em um escritório no centro do Rio, localizado na rua da Quitanda, para os demais. A maior parte, no entanto, foi repassada a contas de operadores no exterior.

A Odebrecht reuniu mais de 50 depósitos em offshore fora do Brasil que vão de US$ 280 mil a US$ 2,3 milhões. Márcio Faria, ex-presidente da Odebrecht Engenharia, disse que o PMDB negociou propina de 5% do contrato do PAC-SMS, correspondente a US$ 40 milhões.

Segundo Faria, no encontro com Temer não se falou em valores, “mas ficou claro que se tratava de propina” relacionada ao contrato, e não contribuição de campanha. A reunião, segundo ele, teve a presença de outras pessoas, como o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e ocorreu quando Temer era presidente do PMDB e candidato a vice de Dilma Rousseff (PT).

Rogério Araújo, responsável pelo lobby da Odebrecht na Petrobras, disse que Temer “assentiu” e deu a “bênção” aos termos do acordo, previamente tratados com Cunha e com o lobista João Augusto Henriques. Temer confirma o encontro, mas nega a versão sobre propina.

Os delatores relatam que a propina foi renegociada: o PMDB teria ficado com 4%, e o PT, 1%. A PGR não identificou os peemedebistas que teriam recebido o dinheiro além de Cunha, preso em Curitiba. O senador Humberto Costa (PE), o ex-senador Delcídio do Amaral e o ex-tesoureiro João Vaccari Neto aparecem como receptores vinculados ao PT.

Nota. A assessoria de Michel Temer afirmou que o presidente “jamais tratou de valores com o senhor Márcio Faria” e que a narrativa divulgada “está baseada em uma mentira absoluta”.


Fonte: O Tempo

Deputados se reúnem com Temer e dizem: delações não afetam votação de reformas

Deputados se reúnem com Temer e dizem: delações não afetam votação de reformas

O presidente Michel Temer coordenou hoje (16), no Palácio da Alvorada, uma reunião com integrantes do governo e da base aliada na Câmara dos Deputados para tratar da tramitação da reforma da Previdência (Proposta de Emenda à Constituição – PEC 287/2016). A reunião, durou cerca de três horas. Carlos Marun presidente da comissão , confirmou que Arthur Maia deve apresentar o relatório final da reforma amanhã. 
Segundo Marun, após a apresentação do relatório, um pedido de vista coletivo deve ser feito e a votação na comissão deve ficar para a próxima semana. Marun também disse que a abertura de inquéritos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) contra deputados citados nas delações da empreiteira Odebrecht não vai afetar os trabalhos. Para o deputado, a abertura de investigação contra o relator não causa constrangimento no colegiado.

Novos semáforos serão instalados na avenida Guido Marliére em Ipatinga

Novos semáforos serão instalados na avenida Guido Marliére em Ipatinga

Segundo informou  o Departamento de Trânsito (Detra) da Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente de Ipatinga, nesta semana serão colocados os postes onde serão instalados os novos semáforos da avenida Guido Marliére, entre os bairros Iguaçu e Jardim Panorama.

Os semáforos funcionarão nos sentidos Canaã-Iguaçu e Iguaçu-Jardim Panorama. Outro sinal regulará o trânsito na saída da avenida Maanaim, para acesso à Guido Marliére e Parque Ipanema. 
A sinalização de solo já está sendo realizada, assim como a recuperação do gramado da rotatória que foi remodelada.
Outra ação é o alargamento em 2,30 metros da pista da avenida Maanaim na entrada da avenida Guido Marliére. Isso permitirá que veículos de maior porte também possam transitar pelo local em segurança.

Roger quer 'erro zero' para abril de decisões no Atlético

Roger quer 'erro zero' para abril de decisões no Atlético

Apesar de saber que o time que estará em campo, nos próximos jogos, será bem diferente do que entrou em campo, neste domingo, na derrota para a Caldense, pelo Estadual, o técnico Roger Machado quer uma outra postura dos seus comandados.

Na última rodada da fase de classificação do Campeonato Mineiro, o treinador colocou um time repleto de reservas, que acabou perdendo por 2 a 1 para a Veterana. O jogo seguinte, já pelo torneio continental, será válido pela segunda rodada e terá os bolivianos do Sport Boys como adversários.

"Espero que o time consiga superar os obstáculos que serão impostos. Precisamos vencer jogando bem. Se não for possível, que vençamos, que é o mais importante", afirma.

A sequência reservará embate contra a URT pelas semifinais, em um momento onde tropeços podem ser fatais. "A partir de agora, as coisas valem de fato. Estamos em um mês decisivo e os erros que cometemos não podem se repetir. Estas falhas podem complicar as nossas ambições", reforça.

Já conhecedor do time de Patos de Minas, Roger não espera nada além de muitas dificuldades. "Eles fizeram um jogo duro contra a gente, possuem um time organizado. Temos uma vantagem, mas que deve ser usada somente no final do segundo jogo", sugere o treinador.


Fonte: O Tempo

Placar da Previdência mostra que governo tem grande desafio na Câmara

Placar da Previdência mostra que governo tem grande desafio na Câmara

Levantamento feito pelo Grupo Estado na Câmara dos Deputados mostra que o governo Michel Temer enfrenta um difícil desafio para aprovar a reforma da Previdência. Se a votação fosse nesta quarta-feira (5), nem uma proposta com regras mais brandas para a aposentadoria e pensões seria aprovada.

A principal aposta do governo para colocar a economia brasileira nos trilhos de uma maneira sustentável seria rejeitada por 241 deputados, mesmo com a opção de suavizar o texto. São 36 votos a mais do que o número máximo de contras permitido para que o texto seja aprovado - são necessários 308 votos a favor, o equivalente a três quintos dos 513 deputados.

Até o momento, o jornal O Estado de S. Paulo ouviu 426 deputados, 83% da Câmara. Ao todo, 13 disseram que são favoráveis ao texto da forma como foi enviado pelo governo. Ao todo, 97 parlamentares afirmaram estarem dispostos a aprovar a reforma da Previdência, desde que pontos-chave sejam alterados. Oitenta e sete deputados não foram encontrados.

"Coração" da proposta, a fixação da idade mínima de 65 anos para se aposentar no Brasil é rejeitada pelos deputados. Hoje, quem não consegue se aposentar por tempo de contribuição acaba se aposentando por idade, que exige idade mínima de 60 anos para mulheres e 65 para homens, além de contribuição ao INSS por 15 anos. Se a mudança proposta pelo governo for aprovada, será obrigatório alcançar 25 anos de contribuição, mesmo que isso signifique trabalhar além dos 65 anos de idade.

Dos 96 que se mostraram favoráveis à reforma, ainda que com ressalvas, 69 deputados disseram ser favoráveis a uma idade menor para as mulheres e 54 defenderam uma exigência menor para os homens.

Os deputados querem afrouxar também a exigência de 49 anos de contribuição para ter direito ao benefício integral acima do salário mínimo (76 deputados querem suavizar essa regra). Com 25 anos de contribuição e 65 anos de idade, o trabalhador terá direito a apenas 76% do benefício se o projeto do governo passar

Para aprovar a reforma, 73 deputados querem uma regra de transição para homens com menos de 50 anos e mulheres com menos de 45 anos, que só se aposentarão com 65 anos, caso o texto do governo for aprovado. A proposta cria uma regra de transição apenas para homens com 50 anos ou mais e mulheres com 45 ou mais Para se aposentar, o governo propõe que essas pessoas paguem pedágio de 50% do tempo de contribuição restante.

O jornal O Estado de S. Paulo priorizou esses pontos porque são considerados os mais importantes pela equipe econômica para não desconfigurar o texto enviado. Muitos deputados, porém, fazem questão de ressaltar que também querem outras mudanças. Eles querem abrandar as exigências para a concessão da aposentadoria rural e do benefício assistencial pago a idosos e deficientes da baixa renda.

Também não concordam com a proibição de se acumular aposentadoria e pensão, desde que respeitado o teto do INSS. O governo já sinalizou que está aberto a negociar esses pontos. A bancada do PSDB na Câmara, por exemplo, fechou questão e afirma que só aprovará a reforma se esses itens forem modificados juntamente com a regra de transição.

Até o fechamento deste texto, às 16 horas, a reportagem não conseguiu contato com 88 deputados. Outros 52 não quiserem responder e 32 se declararam indecisos. Quatro disseram que vão se abster.


Fonte: O Tempo

Titulares do Atlético iniciam preparação para duelo pela Libertadores

Titulares do Atlético iniciam preparação para duelo pela Libertadores

A manhã desta quarta-feira foi de trabalho para todo o elenco do Atlético. Os titulares da equipe entraram em campo, pela primeira vez, depois do clássico do fim de semana diante do Cruzeiro. Eles não jogarão contra a Caldense, no domingo, às 16h. Para a partida, Roger escalará a equipe considerada reserva a fim de dar oportunidades aos suplentes.

Na primeira parte, o técnico Roger Machado comandou uma atividade de posicionamento da defesa e do ataque. Fábio Santos, Cazares e Otero realizaram cobranças de falta antes de se juntarem aos demais – uma preferência do treinador, que já declarou em outras ocasiões que o aproveitamento nas cobranças antes do treinamento é mais satisfatório do que ao final da atividade.

Com o Atlético garantido na primeira colocação do Estadual, os titulares terão mais tempo para trabalhar, visando a partida do dia 13, contra o Sport Boys-BOL, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores, às 19h30, no Independência. Ao todo, serão 12 dias de descanso e preparação para a partida do torneio continental.

O Atlético estreou na competição com um empate com o Godoy Cruz-ARG, em Mendoza. A equipe busca a primeira vitória na competição, diante dos bolivianos, e torcerá por um empate entre Godoy e Libertad-PAR para assumir a ponta do Grupo 4.


Fonte: O Tempo

Nossa localização